Archive | agosto, 2009

Tribo Urbana – Preppys

27 ago
imagem de divulgação do seriado Gossip Girl

imagem de divulgação do seriado Gossip Girl

Preppy, também pronunciado preppie, é um termo surgido nos EUA. Refere-se a uma tribo urbana, tradicionalmente adotada nas universidades-preparatórias particulares do nordeste e também aqueles que frequentam alguns dos prestigiados colégios e universidades dos Estados Unidos. O termo preppy envolve características sofisticadas no vocabulário, na atitude, no vestuário e principalmente no estilo de vida de quem o adota. Modernos, antenados, cultos e globalizados, eles são grandes expoentes na mídia da tribo urbana que é a cara do século XXI
O termo teve sua grande aparição nos anos de 1970 e 1980. Sua grande audiência destacada primeiramente em 1970 com o filme Love Story, onde o personagem interpretado por Ali MacGraw’s tinha características dessa tribo.

cartaz do filme Love Story

cartaz do filme Love Story

Os preppys são os neo-mauricinhos e neo-patricinhas. Uma espécie de evolução desses dois estilos, mas sem a conotação pejorativa que era dada a eles. Um dos fatores que faz a mudança entre esses estilos são as cores e os tons que diferem entre os preppys (tons e cores mais modernos) e os mauricinhos/patricinhas, além do que o interesse pela moda para os preppys aumenta. A personalidade dos preppys é popularmente conhecida como desinibida, sem preocupações e sofrimentos (relação com a questão financeira), mas ao mesmo tempo apresentam um forte nível social, cultural, por isso preppys têm um conhecimento de etiqueta que em qualquer ocasião colocam em prática, tanto no vocabulário (não utilizam gírias) como nos gestos (cavalheirismo inglês).

 O termo, na sua origem, se referia a pessoas de um alto nível social e econômico, entretanto, isso já não é mais regra, pois esse estilo, através da mídia, divulgou um modo de vida no qual pode ser adotado por qualquer nível social, econômico, e principalmente por qualquer origem étnica. O conceito de preppy mudou muito, hoje, a vida dos preppys gira em torno da sofisticação, elegância, moda e bom gosto, sendo a moda o principal fator que define a tribo.

Na tradição, os preppys frequentam as faculdades preparatórias da elite, sendo ícones no que se refere a inteligência, capacidade atlética, sociabilização e saúde.

O estilo dessa tribo pode ir desde o boho, o Bohemian Look Chic, inspirado por Kate Moss e Siena Miller, com sobreposições bagunçadas, peças que não tem uma combinação óbvia nem no tipo e nem nas cores e uso de assessórios folk, até um estilo mais clássico, elegante e sóbrio.Para os homens, vale apostar no xadrez, nas listras, nos casacos e no uso de peças de crochê, como cachecóis ou suéteres.

Siena Miller - estilo Boho

Siena Miller - estilo Boho

No mundo fashion, o estilo dos preppys está ligado  a roupas e acessórios clássicos e conservadores. As marcas que vestem essa cultura são tais como o estilo destas: Brooks Brothers, J. Press, J.Crew, J. Mclaughlin, Polo Ralph Lauren, Lacoste, , Lilly Pulitzer, Patagonia e muitas outras.

No mais verdadeiro modo de vida dos preppys, existe uma maior preocupação com lado econômico, como por exemplo os locais das férias da família. Isto é um fator importante para os preppys tradicionais. Eles costumam frequentar nas férias de verão locais como: Newport, RI; Bar Harbor. Os lugares que os preppys atuais frequentam, geralmente shoppings e academias. Isso difere dos antigos preppys, que tinham obrigatoriamente um lazer mais luxuoso. Em resumo as diferenças básicas entre os estilos preppys são:

Preppys tradicionais: Modo de vida inevitavelmente faustoso, valorizavam o estatus, a reputação da família, os lugares de lazer.

Preppys atuais: Modo de vida não necessariamente requintado, e a não obrigatória aquisição do poder econômico para a obtenção desse título social.

As semelhanças que prevalecem entre esses dois tipos são o estilo das roupas e acessórios,a personalidade e o modo de ver a vida, sempre com classe e educação.

Personagem Blair do seriado Gossip Girl- preppy

Personagem Blair do seriado Gossip Girl- preppy

Novidades sobre o Fashion Rocks

18 ago

A edição carioca contará com marcas nacionais (Alexandre Herchcovitch, André Lima, Lenny e Lino Villaventura) e internacionais (Calvin Klein, Givenchy, Marc Jacobs e Versace).
Com sedes no Copacabana Palace e no Jockey Club ( Rio de Janeiro), o Fashion Rocks “made in Brasil” será transmitido para mais de 120 países e substituirá a edição estrangeira, que não ocorrerá esse ano.
Além dos shows, marcados para o dia 24, o evento organizará um ciclo de palestras com importantes nomes da moda mundial – ainda não divulgados – voltado para universitários
Parte da renda dos ingressos para o Fashion Rocks será revertida para o The Prince’s Trust, entidade beneficente do príncipe Charles, que repassará doações também para instituições cariocas.

A 12ª Semana SENAI Fashion Design ocorrerá de 22 a 25 de setembro de 2009

15 ago

A 12ª Semana SENAI Fashion Design ocorrerá de 22 a 25 de setembro de 2009.

O tema da semana será “A EVOLUÇÃO DA INDÚSTRIA TÊXTIL, VESTUÁRIO E ARTEFATOS DE COURO NO BRASIL – TRAJETÓRIA E INOVAÇÕES”

Entre em contato conosco pelo telefone: (11) 3361-3787, se você tem interesse em:

Desenvolver uma palestra ou workshop, converse com o Profº Rodrigo Luca;
Divulgar sua empresa utilizando um stand, converse com o Profº Edmundo;
Patrocinar ou apoiar este evento, converse com Jefferson Gandolfi Feitosa.

CADASTRE-SE agora para receber um convite para participar deste evento gratuitamente
Senai-Senai fashion design

Veja a programação:
data início término categoria titulo
22/set 19:00 20:30 Abertura Moda Brasileira
22/set 20:30 21:30 Abertura Casa de Criadores e a Moda Brasileira
22/set 21:30 22:30 Abertura Processo de Criação e Apresentação de Modelos
23/set 13:30 15:00 Workshop Desenvolvimento de produto
23/set 13:30 15:00 Workshop Mangá – desenho japonês
23/set 13:30 15:00 Workshop Corel Draw aplicado a moda – Darei esse workshop
23/set 13:30 15:00 Workshop Aviamentos e suas aplicações
23/set 13:30 15:00 Workshop Qualidade de vida
23/set 14:00 17:00 Workshop Técnicas de moulage
23/set 14:00 17:30 Artes Manuais Tingimento de tecido à frio
23/set 14:00 17:30 Artes Manuais Bordado em peças do vestuário
23/set 14:00 17:30 Artes Manuais Confecção de bonecas em tecidos
23/set 14:00 17:30 Artes Manuais Bordado com pedraria (alta costura)
23/set 14:00 17:30 Artes Manuais Acessórios para o vestuário com resíduos têxteis
23/set 14:00 17:30 Artes Manuais Tendências de Moda para maquiagem
23/set 15:30 17:00 Workshop Software aplicado ao vestuário
23/set 15:30 17:00 Workshop Técnicas de modelagem plana
23/set 15:30 17:00 Workshop Tecnologia Têxtil
23/set 15:30 17:00 Workshop Tecnologia do Vestuário
23/set 15:30 17:00 Workshop Tecnologia em Artefatos
23/set 17:00 18:00 Workshop SEBRAE a definir
23/set 18:30 19:30 Palestra Magna Idea – Software Desenvolvimento de Produto
23/set 19:30 20:30 Palestra Magna Como utilizar tendências como ferramenta de Moda
23/set 20:30 22:30 Palestra Magna Processo de Criação e Apresentação de Modelos
24/set 13:30 15:00 Workshop Desenvolvimento de produto
24/set 13:30 15:00 Workshop Mangá – desenho japonês
24/set 13:30 15:00 Workshop Corel Draw aplicado a moda
24/set 13:30 15:00 Workshop Aviamentos e suas aplicações
24/set 13:30 15:00 Workshop Qualidade de vida
24/set 14:00 17:00 Workshop Técnicas de moulage
24/set 14:00 17:30 Artes Manuais Tingimento de tecido à frio
24/set 14:00 17:30 Artes Manuais Bordado em peças do vestuário
24/set 14:00 17:30 Artes Manuais Confecção de bonecas em tecidos
24/set 14:00 17:30 Artes Manuais Bordado com pedraria (alta costura)
24/set 14:00 17:30 Artes Manuais Acessórios para o vestuário com resíduos têxteis
24/set 14:00 17:30 Artes Manuais Tendências de Moda para maquiagem
24/set 15:30 17:00 Workshop Software aplicado ao vestuário
24/set 15:30 17:00 Workshop Técnicas de modelagem plana
24/set 15:30 17:00 Workshop Tecnologia Têxtil
24/set 15:30 17:00 Workshop Tecnologia do Vestuário
24/set 15:30 17:00 Workshop Tecnologia em Artefatos
24/set 17:00 18:00 Workshop SEBRAE a definir
24/set 18:30 19:30 Palestra Magna Sistema de controle de produção industrial
24/set 19:30 20:30 Palestra Magna Controle de Qualidade em magazine
24/set 20:30 22:30 Palestra Magna Sistema de controle de produção industrial
25/set 13:30 15:00 Workshop Desenvolvimento de produto
25/set 13:30 15:00 Workshop Mangá – desenho japonês
25/set 13:30 15:00 Workshop Corel Draw aplicado a moda – Darei esse workshop
25/set 13:30 15:00 Workshop Aviamentos e suas aplicações
25/set 13:30 15:00 Workshop Qualidade de vida
25/set 14:00 17:00 Workshop Técnicas de moulage
25/set 14:00 17:30 Artes Manuais Tingimento de tecido à frio
25/set 14:00 17:30 Artes Manuais Bordado em peças do vestuário
25/set 14:00 17:30 Artes Manuais Confecção de bonecas em tecidos
25/set 14:00 17:30 Artes Manuais Bordado com pedraria (alta costura)
25/set 14:00 17:30 Artes Manuais Acessórios para o vestuário com resíduos têxteis
25/set 14:00 17:30 Artes Manuais Tendências de Moda para maquiagem
25/set 15:30 17:00 Workshop Software aplicado ao vestuário
25/set 15:30 17:00 Workshop Técnicas de modelagem plana
25/set 15:30 17:00 Workshop Tecnologia Têxtil
25/set 15:30 17:00 Workshop Tecnologia do Vestuário
25/set 15:30 17:00 Workshop Tecnologia em Artefatos
25/set 17:00 18:00 Workshop SEBRAE a definir
25/set 18:30 19:30 Palestra Magna Produto têxtil e meio ambiente
25/set 19:30 20:30 Palestra Magna O conceito de uma marca
25/set 20:30 21:30 Palestra Magna Preview Caderno Perfil de Inspirações e Tendências – Inverno 2011
25/set 21:30 22:30 Palestra Magna Desfiles inspirados na cultura popular nordestina

Tribo Urbana – skatistas

15 ago

cena do filme Paranoid Park de Gus Van Sant
cena do filme Paranoid Park de Gus Van Sant

Falar sobre skatistas não é falar apenas sobre uma tribo em específico, mas sim sobre uma subcultura, ou mais que isso. É falar sobre um estilo de vida, onde o ato de praticar skate é um esporte e uma forma de expressão.
No início da década de 1960, os surfistas da Califórnia queriam fazer das pranchas um divertimento também nas ruas, pegaram a rodas de seus patins e uniram a shapes e saíram pelas ruas em uma época de marés baixas e seca na região. Inicialmente, a nova “maneira de surfar” foi chamada de sidewalk surf.
-Em 1965, surgiram os primeiros campeonatos, mas o skate só ficou mais reconhecido uma década depois que a modalidade ganharia reconhecimento mundial, sendo praticada por um número cada vez maior de jovens que buscavam transgredir limites, desafiando as leis da gravidade em manobras tão radicais quanto poéticas.
Em 1973, o norte-americano Frank Naswortly inventou as rodinhas de uretano, que revolucionaram o esporte. Um skate passou a pesar por volta de 2,5 kg.

Dogtown

Dogtown

Na década de 70, um grupo de jovens californianos conhecido como Z-Boys, participantes do Z-team, foi o responsável pela invenção das modalidades Wall Riding – onde os skatistas dropam em paredes, hoje também conhecida pelo nome de Wall Ride – e Pool Riding – modalidade praticada em piscinas vazias.
-Em1979, Alan Gelfand inventou o Ollie-Air, manobra com a qual os skatistas ultrapassam obstáculos elevados. A partir disso, o skate nunca mais foi o mesmo. Essa manobra possibilitou uma abordagem inacreditavelmente infinita por parte dos skatistas. Não se pratica Street Style sem o domínio do Ollie-Air.
-Na década de 1980, um dos revolucionários do esporte, principalmente na modalidade freestyle foi Rodney Mullen.. Outro revolucionário, na modalidade Vertical, foi Tony Hawk, inovou a maneira como os skatistas devem abordar o Half-Pipe, sempre procurando ultrapassar o limites de criatividade e dificuldade de execução das manobras. É tido como o maior skatista de todos os tempos. Verdadeira lenda viva do desporto.

Como eles são
– Por existir a forte ligação com o surfe, no inicio suas roupas eram bem coloridas, calças Jeans justas, cabelo compridos, roupas que surfistas usavam na década de 70, mais o acompanhamento de elementos de proteção como joelheiras e cotoveleiras.

Lord of Dogtown

Lord of Dogtown

Após os anos 80 os skatistas criam sua moda, calças largas em jeans ou sarja para dar mais movimento, que possuem grandes variedades no que diz respeito a modelagem, como corte mais amplo e confortável, bem como gancho caído e diversos bolsos, camisetas e camisas fazendo sobreposições, o uso de moletons, camisas xadrez ,as peças são relativamentes simples, o que conta é a logotipia forte, aplicação de muito silks e estampas, que deixa claro a ligação com a cultura urbana marginal como forma se expressar, a moda nos dias de hoje tem muita influencia dessas décadas anteriores, sobreposição, camisas de manga curta e comprida, calça jeans com elastano para ficar ajustada no corpo porém dando movimento para a prática do esporte.
Entre os acessórios utilizados pelos integrantes dessa tribo encontra-se: Os bonés são indispensáveis para a montagem do look skate. Por se tratar de uma forma de vestir que possui sua essência no esporte, a utilização de tênis também é importante. O modelo mais comum é o de formato arredondado, nas versões em cano longo ou não.
Os detalhes decorativos – recortes, aplicações – são inspirados em elementos provenientes da arte urbana, podendo explorar cores contrastantes. A utilização de correntes pesadas em metal já dá conta de demonstrar a transformação do estilo, mesclando referências provenientes de outras subculturas presentes no ambiente urbano.

Linlcon Ueda, Sandro Dias, Bob Burnquist e Cristiano Mateus

Linlcon Ueda, Sandro Dias, Bob Burnquist e Cristiano Mateus

Na técnica, o estilo skate acaba por se confundir com outro invento do asfalto, o streetwear, principalmente devido à igualdade essenciais de ambos estilos. Ou seja, ao adicionar múltiplas linguagens ao seu arsenal de signos, o skate assume aspectos também múltiplos, reinventando-se à velocidade dos novos movimentos que vão surgindo nas metrópoles.
Uma distinção é que o centro irrequieto do skate é ágil e nervoso, fruto da liberdade essencial ao skatista. Assim, ao falar sobre como se vestem, também é certo falar sobre tipos de Arte Urbana como o Graffiti e sua evolução nas últimas décadas.

Trabalho das Grafiteiras Sarety e Pr!

Trabalho das Grafiteiras Sarety e Pr!

Muitos dos elementos que decoram as peças típicas dos skatistas carregam o graffiti em sua composição pelos mais variados motivos, passando por grafismos incompreensível, chegando até a personagens oníricos presentes no imaginário dos centros urbanos.

Estilo de Música

O gosto musical do skate reúne influências de vários gêneros, no entanto a vertente mais forte entre os acordes pesados do hardcore é o ritmo apressado e bruto do punk, com certeza o punk rock acabou sendo a forma de expressão musical mais importante para essa tribo.
A revista americana Thrasher, que é bíblia do esporte, foi a primeira publicação a falar sobre o assunto, sendo responsável pelo surgimento de importantes bandas do gênero. No início dos anos 80, a publicação buscava dar conta de levar ao conhecimento do público o chamado punk/hardcore/californiano e, sem dúvida, este aspecto foi importante para o surgimento do fenômeno skate punk no Brasil
Contudo, atualmente outros estilos musicais também são bastante associados ao esporte e à tribo, como o hip hop e o rap.

Artes

O controverso artista plástico Basquiat é uma referência importante para a tribo. Foi ele quem elevou o graffiti à camada de arte, levando para importantes galerias sua arte original e transgressora, que procurava dar conta das agitação surgidas à margem do sistema vigente na época. Só ai foi possível que a arte originada destes círculos marginais encontrasse respeito e reconhecimento, contribuindo para a legitimação também do skate, outra expressão urbana, em outros círculos da elite intelectual.

Basquiat

Basquiat

Livros de Moda

11 ago

Livros que todo aluno de moda deveria ter na sua biblioteca particular ou no mínimo ler todos eles

Fundamentos De Design De Moda (em Portugues) (2009)
SORGER, RICHARD / UDALE, JENNY / FURMANKIEWICZ, EDSON
BOOKMAN COMPANHIA ED

capa do livro Fundamentos de Design de Moda

capa do livro Fundamentos de Design de Moda


Sinopse
Do conceito à criação tridimensional – os principais elementos do design de uma coleção são revelados em ‘Fundamentos de design de moda’. O leitor saberá como uma coleção é formada, para quem é desenhada e como é lançada. Vai conhecer os diferentes tipos de tecido, maquinários e métodos de fabricação. Entenderá o mercado da moda e os diferentes cargos que fazem parte dessa indústria.

Historias Da Moda (em Portugues) (2009)
BRUCHARD, DOROTHEE DE / GRUMBACH, DIDIER / CANEDO, JOANA
COSAC NAIFY

Capa do livro Historias da moda

Capa do livro Historias da moda

Sinopse
Este livro mostra como os principais estilistas e criadores enfrentam os novos recursos da profissão, a gestão das marcas, a internacionalização, a globalização, a relação com o mercado financeiro e o marketing. Ao captar suas evoluções sociais e estéticas, Grumbach analisa a moda como um reflexo das mudanças da sociedade e expressão da individualidade em relação às transformações políticas. A obra inclui ainda, cronologia e bibliografia sobre o assunto.

Moda – Um Curso Pratico E Essencial (em Portugues) (2009)
STALDER, ERIKA
MARCO ZERO EDITORA

Capa do livro Moda um curso prático e essencial

Capa do livro Moda um curso prático e essencial

Sinopse
Todas as roupas e acessórios, mesmo os que não estejam necessariamente na moda atual, servem para situar os estudantes da área de moda sobre processos de criação e tendências, além de mostrar que podem servir de inspiração para releituras. Uma das curiosidades do livro é sobre como determinadas épocas da história influenciaram a moda, especialmente os períodos de guerra. Naqueles tempos, a recessão promovia reformas de roupas usadas e a diminuição do tecido nas confecções, gerando novas tendências. Além disso, os estilistas sempre se inspiraram nas roupas e acessórios militares, cujas características são de fato atraentes – eles precisam ser resistentes, práticos, impermeáveis e úteis. Casacos, calças, chapéus, botas, bolsas, cintos, quase todos os itens militares já despertaram idéias nas criações da moda, e quase todas se tornaram eternas, como o trench coat, o blazer, a pulseira de placa, a calça utilitária (cargo) etc.

Moda Como Ela E, A (em Portugues) (2006)
VIEIRA, SILVIA / DISITZER, MARCIA
SENAC SAO PAULO

Capa do livro A Moda como ela é

Capa do livro A Moda como ela é

Sinopse
A rotina de trabalho nos diferentes segmentos da moda. Esse é o diferencial do livro ‘A moda como ela é – Bastidores, criação e profissionalização’, que revela o dia-a-dia dos personagens no mundo fashion, desde as etapas de desenvolvimento de uma coleção, passando pela história de algumas marcas, até a comercialização das peças. Se o tema já exerce verdadeiro fascínio, ‘A moda como ela é’ contém curiosidades e informações que atraem ainda mais o leitor, já que é escrita de forma investigativa pelas jornalistas Marcia Disitzer e Silvia Vieira. Por meio da apuração de depoimentos de estilistas e empresários brasileiros em visitas feitas durante um ano a ateliês, fábricas, pólos de confecção e outras empresas de porte variado, as jornalistas traçam perfis de quem está no cotidiano dos salões de costura, das mesas de corte e das passarelas, compartilhando com o leitor a história de vida e o trabalho desses profissionais. Em um diversificado painel, a obra aborda sete segmentos importantes da produção de moda – luxo e exclusividade, tecido plano, moda íntima, moda praia, tricô e malharia, jeans e acessórios. Mostra também alguns aspectos do varejo e da comercialização, comenta as perspectivas para o mercado de moda e apresenta, com toda a clareza, a irreversível exigência de profissionalização e especialização desse mercado. Ao final do livro, o leitor encontra ainda um guia de feiras, eventos e semanas de moda no Brasil e no exterior.

Moda Do Seculo Xx, A (em Portugues) (2009)
MUNDO DA ARTE
MENDES, VALERIE / LA HAYE, AMY DE / BORGES, LUIS CARLOS
WMF MARTINS FONTES

Capa di livro A Moda do Século XX

Capa di livro A Moda do Século XX

Sinopse
Da silhueta em S da virada do século ao bustiê da década de 1990, este levantamento explora os desenvolvimentos significativos da moda num século que testemunhou uma preocupação crescente com a aparência pessoal e o vestuário. ‘A moda do século XX’ concentra-se em movimentos e inovações essenciais nos estilos masculino e feminino e explora-os por meio do trabalho dos estilistas e costureiros originais e influentes. O livro compreende os estilistas e centros de moda mais importantes do século e também os desenvolvimentos em acessórios, penteados e maquiagem, a importância da produção em massa, os avanços nas fibras artificiais, etc.

Coleçao Moda Brasileira, V.1 (em Portugues) (2007)
QUEIROZ, JOAO RODOLFO / BOTELHO, REINALDO
COSAC NAIFY

Sinopse
A coleção, iniciativa inédita no mercado editorial brasileiro, traça um panorama da moda contemporânea através da trajetória de cinco dos mais importantes estilistas do país – Alexandre Herchcovitch, Gloria Coelho, Lino Villaventura, Ronaldo Fraga e Walter Rodrigues. Todos os volumes incluem cronologia detalhada, constituindo não apenas material de pesquisa fundamental para estudantes e profissionais da moda, mas motivo de deleite para qualquer amante da arte.

Coleçao Moda Brasileira, V.2 (em Portugues) (2008)
MODA BRASILEIRA
QUEIROZ, JOAO RODOLFO / BOTELHO, REINALDO
COSAC NAIFY

Sinopse
A Coleção Moda Brasileira tem cinco novos volumes – André Lima, Clô Orozco, Lenny Niemeyer, Marcelo Sommer e Reinaldo Lourenço. A série pretende traçar um panorama da moda contemporânea nacional registrando a trajetória de alguns dos mais importantes criadores. Assim como na primeira leva da coleção, estes títulos também foram conceituados de acordo com o universo criativo de cada estilista. Os livros trazem encadernação especial costurada e sobrecapa diferenciada para cada volume. Reunindo material fotográfico com cerca de 1000 imagens de aproximadamente 70 coleções, registradas por mais de 50 fotógrafos, todos os volumes incluem prefácio, análises de ensaístas convidados e cronologia.

Corpo E Moda (em Portugues) (2008)
OLIVEIRA, ANA CLAUDIA DE / CASTILHO, KATHIA
ESTAÇAO DAS LETRAS

Sinopse
As leituras propostas nos possibilitam enfocar interdisciplinarmente as atuais fronteiras do corpo e da moda, assim como as interpenetrações desses campos; explorar o corpo e a moda como discurso das culturas, com suas estéticas e éticas específicas; definir a participação do corpo e da moda nas interações sociais como definidores do sujeito, da sua história e das relações subjetivas e ainda analisar corpo e moda na circulação de valores contemporâneos na construção da identidade e da sociedade.

Engrenagens Da Moda, As (em Portugues) (2001)
OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS
FEGHALI, MARTA KASZNAR / DWYER, DANIELA
SENAC RIO

Sinopse
No mercado da moda, tecnologia e profissionalismo são imprescindíveis para o sucesso de qualquer empreendimento. Neste livro, Marta Feghali e Daniela Dwyer retratam cada ‘peça’ dessa complexa estrutura, começando pela história, atravessando a questão tecnológica, chegando às descrições de cada ocupação profissional e dando dicas sobre as melhores oportunidades de trabalho e de negócio.

Fio A Fio – Tecido, Moda E Linguagem (em Portugues) (2006)
CHATAIGNIER, GILDA
ESTAÇAO DAS LETRAS

Sinopse
Um livro repleto de informações sobre os tecidos. Suas histórias e origens, seus processamentos técnicos, seus usos e costumes, o fascínio ou a surpresa de identificar uma textura. O texto costura estética com comportamento e discute a arte de escolher tecidos diante de tendências profissionais ou desejos pessoais.

Inventando Moda – Planejamento De Coleção (em Portugues) (2007)
TREPTOW, DORIS
EMPORIO DO LIVRO

Sinopse
Este guia explica as etapas do desenvolvimento de produtos. Inclui os seguintes tópicos – Conceito de moda e coleção; Perfil do consumidor; Gestão do design; Pesquisa em moda; Calendário de vendas; Cronograma de produção; Dimensão da coleção; Ficha técnica; Custos e Preço de venda.

Fashion Design – Manual Do Estilista (em Portugues) (2005)
JONES, SUE JENKYN
COSAC NAIFY

Sinopse
‘Fashion design’ combina o desenvolvimento passo a passo de uma coleção de moda com informações sobre o funcionamento do comércio global. Esta edição ampliada chega ao Brasil, num volume de 204 páginas, com 304 imagens entre fotos, ilustrações, croquis e diagramas explicativos.

Moda Do Seculo (em Portugues) (2008)
BAUDOT, FRANÇOIS
COSAC NAIFY

Sinopse
Até o final do século XIX, a história da moda não se separava da história do vestuário. Vestia-se segundo a classe social, a fortuna, a condição ou o tipo de trabalho. Porém, com a chegada do século XX, tudo começou a mudar. A aparência de homens e mulheres passou a se alterar rapidamente. Hoje já se pode dizer que a moda mudou mais nos últimos 100 anos que em todo o século passado. Uma aventura alucinada, irreal, insensata, mas profundamente essencial. E é esse movimento constante de gostos e tendências que este livro persegue, refazendo a trajetória da moda através de datas históricas, nomes famosos, ícones da moda, pioneiros, múltiplas correntes estéticas, maisons de alta-costura e de jovens criadores contemporâneos. Em ‘Moda do século’, o escritor François Baudot faz com que a história dialogue com o efêmero, o conhecimento com a frivolidade, a aparência com a pura sedução.

Dicionario Da Moda (em Portugues) (2006)
SABINO, MARCO
CAMPUS

Sinopse
O ‘Dicionário da moda’ é o resultado de uma pesquisa importante e excessiva, para a qual foram consultadas diversas obras internacionais especializadas, além de sites, publicações e revistas nacionais a partir dos anos 40. O ‘Dicionário da moda’, com seus personagens, palavras, referências e idiossincrasias, é uma ferramenta de trabalho para todos aqueles que desejam navegar por este universo e reúne mais de 1300 verbetes, procurando desvendar uma grande parte do fantástico mundo da moda, nacional e internacional.

Dicionario De Termos De Moda (em Portugues) (2007)
AFLALO, DIANA
PUBLIFOLHA –

Sinopse
‘Dicionário de termos de moda’ reúne mais de 2.000 palavras usadas na imprensa especializada e na indústria da moda. O leitor encontrará os significados em inglês-português e português-inglês. Este glossário é indispensável para quem já sabe e para quem quer aprender mais sobre os termos do mundo fashion. Os verbetes são divididos entre partes de roupas, detalhes das peças, manipulação de tecidos, termos de costura, acessórios, sapatos, roupas básicas, roupas de praia, roupa íntima entre outros. É uma ótima referência para estudantes de moda e profissionais da área.

Moda E Comunicaçao (em Portugues) (2003)
BARNARD, MALCOLM / OLINTO, LUCIA
ROCCO

Sinopse
Uma peça de roupa não é moda até que alguém a use para indicar sua posição social real ou ideal. Esta é uma das máximas defendidas por Malcolm Barnard em seu novo livro, ‘Moda e comunicação’. Professor de História e Teoria da Arte e Design, o autor parte do princípio de que moda, indumentária, vestimenta, adorno e estilo são coisas completamente diferentes. E ele explica o porquê com base em teorias sociológicas, econômicas, políticas, psicanalíticas, filosóficas e, como não poderia deixar de ser, teorias da comunicação. Adorno, Barthes, Baudrillard, Derrida, Eco, Freud, Jameson, Lévi-Strauss, Lipovetsky, Marx, Engels, Platão e Saussure são apenas alguns dos diversos pensadores citados como base de sua argumentação sobre a moda, um elemento tão rico em frivolidade quanto em importância na história das sociedades.

Tribo Urbana – Geeks

11 ago

Não se sabe dizer quando surgiram, pois não houve um fato que marcou o inicio do movimento. Geeks é uma espécie de evolução dos Nerds, mas há várias características que os distinguem. Um Geek consegue equilibrar suas horas na frente do computador com sua vida social, coisa difícil para os Nerds. Um Nerd normalmente possui inteligência superior inata. A inteligência Geek se desenvolve com tempo e estudo. Podemos dizer que os Geeks são Nerds com alguma desenvoltura social.
Há pontes que ligam os Geeks aos Nerds. Ambos buscam construir relações em comunidades da internet que possuem informações de seu interesse. A intimidade com a tecnologia é outra ligação, só que Geeks buscam utilizar a tecnologia em sua vida diariamente e os Nerds, nem sempre. Outro aspecto de ligação entre Nerds e Geeks é o interesse por tudo que esteja relacionado à Ficção Científica e a Histórias em Quadrinhos. Muitos personagens de quadrinhos são, em sua vida normal, Geeks – caso de Peter Parker/Homem Aranha.

Peter Parker

Peter Parker


Nerds e Geeks corrigem colegas e professores. O que separa uma tribo de outra é que Geeks buscam na ironia e no sarcasmo uma forma divertida de fazer isto. A ironia é uma das características que mais contribui para que Geeks sejam considerados Nerds descolados, o que auxilia na socialização do grupo.

Estilo
Geeks fazem uso de todo e qualquer luxo gadget, como smartphones e iPods. O idealizador do iPod, Steve Jobs, é respeitado como um ícone Geek por sua forma de unificar a tecnologia a novas linguagens.
Os Geeks buscam uma convivência pacífica entre passado e futuro. Suas roupas aliam clássicos típicos de brechó a referências do mundo tecnológico, como estampas inspiradas em ficção científica. A incorporação da tecnologia é muito comum na forma de vestir.

Cena do seriado The Big Bang Theory

Cena do seriado The Big Bang Theory


Óculos de aros grossos também são utilizados em versões derivadas do passado. Sobreposições de camisetas com padrões distintos, bem como a utilização dos populares hoodies nas composições dos looks, são normas fundamentais do estilo Geek. A sobreposição de padronagens consideradas conflitantes é outra característica particular da tribo. Geeks costumam usar acessórios como as gravatas – optando por padrões antiquados, claro!
Eles não possuem preferências específicas de música, mas gostam de experimentações. O que interessa é o jeito de fazer música.
Referenciais
The Big Band Theory

The Big Band Theory


A série Freaks and Geeks foi a primeira tentativa de popularizar a tribo, entre 1999 e 2000. Atualmente, Ugly Betty e The Big Bang Theory dão conta de abusar dos aspectos do universo Geek de modo cômico, demonstrar como eles podem ser carismáticos.
Ugly Betty

Ugly Betty


Recentemente, o filme Napoleão Dinamite – uma hilária comédia non-sense – tornou-se cult entre jovens de várias tribos.
Imagem do filme Napoleão Dinamite

Imagem do filme Napoleão Dinamite

3ª FASHION DOWNTOWN

10 ago

Imagem de divulgação do evento

Imagem de divulgação do evento


Fashion Downtown é uma semana de moda ao ar livre, que comemora a chegada da Primavera/Verão. Durante o período de 21 a 25 de setembro a Praça Patriarca, no centro de São Paulo, deve se tornar palco de desfiles de moda, entre outras manifestações artísticas e culturais.

Nesta 3º edição o evento contara com diversas marcas que deveram exibir suas coleções de primavera/verão, entre essas marcas estão: Cavalera, Overboard, Via Uno, Rouparia Montag, Cotton R, Bongusto, Spielberg, Spaço D&D, Joaninha Brasil e Contém 1g.

O espaço do evento será em torno de 1.000 metros quadrados, além da passarela,o evento contará com um espaço de exposições, workshops de cabelo e maquiagem, camarins, lounge, sala de imprensa e área VIP. As atrações incluem uma exposição sobre a evolução da moda, oficinas de cabelo e make, apresentações de música e até um dia dedicado às noivas.
Os desfiles serão transmitidos via Internet, em tempo real, e poderão ser assistidos através do site do evento.

Idealizado por Antônio Carlos Silveira e organizado pelo empresário João Rito Rodrigues, o evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal, Associação Comercial de São Paulo, Federação das Entidades do Turismo de Compras e Negócios do Estado de São Paulo, SINDILOJAS, e São Paulo Convention & Visitors Bureau.

Programe-se para comparecer ao evento:
3ª Fashion Downtown – Primavera / Verão
De 21 a 25 de Setembro de 2009
Praça do Patriarca – Centro – São Paulo
Das 10:00 às 17:00 horas
http://www.fashiondowntown.com.br

Semana Têxtil e Moda

9 ago

imagem de divulgação

imagem de divulgação


Em sua 5ª edição, acontece de 1º a 4 de setembro, em São Paulo, a “Semana Têxtil e Moda”, uma iniciativa de alunos e professores do curso de Bacharelado em Têxtil e Moda da USP.

O tema abordado será “Brasil”, de acordo com as seguintes vertentes:
– Dia 1º de setembro: Tecnologia;
– Dia 2 de setembro: Gestão;
– Dia 3 de setembro: Artes;
– Dia 4 de setembro: Moda.

O evento é gratuito, com vagas limitadas. Para outras informações, como programação completa e inscrições, acesse: http://each.uspnet.usp.br/textilemoda/stm/

Cursos gratuitos no Senai Vestuário

6 ago

São cursos que atendem a demandas de capacitação rápida, dirigidos à pessoas desempregadas ou em busca do primeiro emprego.

Para realizar a inscrição nos cursos gratuitos, entre em Senai-Vestuário

Lá você encontrará todas as informações. Os documentos necessários são:

DOCUMENTOS ORIGINAIS
RG
CPF
Comprovante de endereço com CEP
Carteira Profissional

CÓPIA
Carteira Profissional (página da foto frente e verso, página do último registro ou página do registro em branco para quem nunca trabalhou).

PARA ESTRANGEIROS

DOCUMENTOS ORIGINAIS E CÓPIA
CPF
RNE atualizado

CURSOS DISPONÍVEIS

COSTUREIRO DE MÁQUINA RETA E OVERLOQUE
Carga Horária: 100 horas
Pré-requisito: O aluno deverá, no início do curso, ter no mínimo 16 anos de idade.
Escolaridade não é obrigatória para este curso.

Período: a confirmar
De 2ª a 6ª feira das 17 as 19 horas

AUXILIAR DE MODELISTA DE ROUPA
Carga Horária: 100 horas
Pré-requisito: O aluno deverá, no início do curso, ter no mínimo 16 anos de idade.
Escolaridade não é obrigatória para este curso.

Período: a confirmar
De 2ª a 5ª feira das 17 as 19 horas

Período: 30/03 a 15/06/2009
De 2ª a 6ª feira das 17 as 19 horas

MECÂNICO DE MÁQUINA RETA E OVERLOQUE
Caga Horária: 140 horas
Pré-requisito: O aluno deverá, no início do curso, ter no mínimo 16 anos de idade.
O aluno deverá ter completado a 4ª série do Nível Fundamental.

Período: a confirmar
De 2ª a 6ª feira das 17 as 19 horas

SUPERVISOR DE PRODUÇÃO
Carga Horária: 204 horas
Pré-requisito: O aluno deverá, no início do curso, ter no mínimo 18 anos de idade.
O aluno deverá ter completado a 8ª série do Nível Fundamental.

Período: a confirmar
De 2ª a 6ª feira das 13 as 17 horas

Cinema e Moda- Ciclo cinema e moda

6 ago

Realizado pelo Centro de Pesquisas Sociossemióticas – CPS/PUC-SP, nos dias 11, 18 e 25 de agosto de 2009, acontecerá o CICLO CINEMA E MODA (figurino e narratividade) que objetiva analisar as relações entre moda, figurino e cinema. Durante três terças-feiras do mês de agosto, serão exibidos três títulos do cinema atual que exprimem essa relação.

Quando:

(11, 18, 25/08/2009) – terças feiras Horário: 09h às 12: 00h Carga horária: 12 horas (certificado expedido para ouvintes com participação nos três dias do evento) Onde: Auditório do Banespa (ao lado da Biblioteca da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP, térreo) Dinâmica: Será exibido o filme, seguido de explanação a cargo do convidado da área de cinema ou moda e de debate com os pesquisadores do CPS. Duração de 20 minutos cada.

Os filmes que serão exibidos e debatidos  são:

Desejo e Perigo com a palestra e debate – O figurino como elemento essencial na construção e ambigüidade do personagem. 11 de agosto de 2009 – 09:00hs às 12:00hs.

A Duquesa com a palestra e debate – A aparência e o vestuário  como parte integrante de atuação histórica do personagem. 18 de agosto de 2009 – 09:00hs às 12:00hs.

Identidade de nós mesmos ou Anotações para Roupas e Cidades com a palestra e debate – O Cineasta como estilista e vice-versa – a criação de moda num documentário performático. 25 de agosto de 2009 – 09:00hs às 12:00hs.

Poster do evento

Poster do evento

Ciclo Cinema e Moda – Figurino e Narratividade
Dias 11, 18 e 25/08/2009 (terças-feiras), das 9h às 12h
PUC (Auditório Banespa): Rua Monte Alegre, 984
Tel.: (11) 3670-8000
Vagas limitadas