Arquivo | janeiro, 2011

Trends Spring/Summer 2011/2012

24 jan

Aqui apresento as tendências de Verão 2011/2012 que foram apresentadas no Vipreview ( evento da empresa Vicunha Têxtil).

Across the universe
Nessa tendência observamos a existência de:
– Mix de referência cultural;
– Estampas étnicas e camuflados e patwork;
– Brins estonados;
– Peças cargos e amplas,
– Jeans estampados, jeans claros bem lavados;
– Bolsos frontais;
– Mistura de jeans com peças de estampa étnica;
– Parca de sarja leve;
– Bottons com bolsos laterais;
– Calça cargo porém com as pernas mais ajustadas;
– Desenhos de texturas e folhagens;
– Para o segmento masculino: Slim Jacket, safari t-shirt, couro usado;
– Palheta de cores: verde militar, tons terrosos,tons fechados, cáquis, vermelhos e amarelos;

Alguns artigos que a Vicunha trabalha para essa tendência:
– Nina;
– Derek;
– Fergie ( camisaria);
– Penélope (tom bege);
– Julian;
– Cliff;
– Daryl;
– Dean;

Marcas que mostram essa tendência nos seus desfiles de Spring/Summer 2011
– True Religian;
– Desigual;
– Anna Sui;
– Chanel Resort;
– Just Cavalli;
– Viviane Westwood Anglomania em parceria com Lee Jeans;
– Robert Geller;

Bohemian Rhapsody
– Glamour dos anos 70 ( visual as Panteras);
– Looks poderosos e com toque boêmio;
– Macacões ajustados ao corpo;
– Camisa e blazer, pantalonas com cintura alto e barras um palmo acima do tornozelo;
– Lavagens claras;
– Vestidos largos;
– Hip flare;
– Cropped flare;
– Peças com abotoamento frontal;
– Visual homogêneo;
– Para o Masculino cortes retos, calça chino, calça branca, tunic t-shirt;

Alguns artigos que a Vicunha trabalha para essa tendência:
– Adam;
– Jones;
– Mick;
– Trace;
– Paige;
– Cameron;
– Missy;
– Lars black;
– Smith;
– Liam (maquinetado);

Marcas que mostram essa tendência nos seus desfiles de Spring/Summer 2011
-Andrew GN;
– Jenni kayne;
– Derek Lam;
– Dsquared;
– Emanuel Ungaro;
– Dries Van Noten;
– Gucci;

Open Your Heart
Nessa tendência temos como ponto principal o elemento romântico.
– Clima Preppy e girlie;
– Peças com cortes de alfaiataria;
– Ar bucólico;
– Jaqueta com estilo de banda marcial;
– Cintura marcada;
– Peças com o avesso estampado;
– Vichy, flores + flores e poás;
– Looks monocromáticos;
– Look retro;
– Calças com estampas florais;
– Saias, shorts com corte de alfaiataria tanto para o segmento feminino quanto masculino, calça cropped, jardineiras;
– Jeans Délavé;
– Shirt dress;
– O segmento masculino aparece peças como : chino trouser, bermuda , calças e bermudas com a barra dobrada estampada, camisas, peças alfaiataria;
– Toda a cartela de cor termina com INHO , amarelinho, rosinha, azulzinho, verdinho, enfim tons pasteis;

Alguns artigos que a Vicunha trabalha para essa tendência:
– Cliff;
– Derek;
– Willie;
– Renoir;
– Adam ( maquinetado);
– Daryl;
– Fergie com elastano;
– Mick;
– Costner;
-Smith;

Marcas que mostram essa tendência nos seus desfiles de Spring/Summer 2011
– D&G (tanto a coleção feminina quanto a masculina – o desfile todo)
– Twenty8Twelve;
– Mulberry;
– Vena Cava;
– John Bartlett;
– Petar Petrov;
– Albino Deuxieme;

True Colors
Nessa tendência trabalha-se todas as cores vibrantes e Neons;
– Encontramos o universo Jovem;
– Estampas divertidas;
– Lavagens elaboradas nos jeans;
– Metalizados coloridos;
– peças customizadas pois esse jovem se expressa pela roupa;
– Peças Cut Off;
– brins cítricos, flúor;
– Skinny rocker;
– Glam, pop;
– Efeitos 3D;
– Peças bikers;
– Animal prints coloridos, desenhos abstratos;
– Acabamento destroyed;
– Couro e plástico;
– Recortes inusitados nas peças;
– Calças com costura diferenciada e colorida;
– Lavagens tem o estilo jovem, efeitos de contraste, manchados, rasgados, patchescoloridos e estampados e bigodes 3D;
– A cartela de cor é bem forte e viva cores como: laranja, vermelho, amarelo, verde, roxo, azul e pink;

Alguns artigos que a Vicunha trabalha para essa tendência:
– Fiji Blue;
– Penélope;
– Amy;
– Stones;
– Kravitz;
– Dean;
– Forks;
– Ska;
– Nash;

Marcas que mostram essa tendência nos seus desfiles de Spring/Summer 2011
– JW Anderson;
– James Long;
– Moschino;
– Jill Sander;
– Aquilino Rimondi;
– Balmain;
– Gant;

Esse vídeo mostra a evolução dos jovens e como eles nos servem de fonte de inspiração.

O site do Vipreview

Tendência Verão 2012 – Calçados, bolsas e acessórios.

24 jan

As informações foram colhidas no Congresso Brasileiro de Calçados dentro da Palestra de Tendência feita pela Débora Pierro da WGSN. O verão 2012 vem com quatro linhas bem fortes, que são: Romance Pastoral, Resort Modernista, Utilitário Esportivo e o Western.

Romance Pastoral
Esse tema tem como características ser romântico, doce, feminino e bucólico.
Teremos o uso de muitas flores principalmente flores com ar vintage, uso do patchwork, xadrez e estampas coordenadas vibrantes.
A cartela das cores vai do Mostarda, verde maça, rosa, vermelho, preto e branco.
Para os acessórios irão trabalhar plataforma rústica (palha), bordados com a pallha e juta, renda, crochê, sapatos com amarrações frontais, efeitos de que foram feitos a mão, Oxford xadrez.
Bolsas entrelaçadas com alça de couro, bolsa de palha com laço xadrez, bolsa com forma de cesta.

Resort Minimalista
Trabalha-se listras mais largas, cor vibrante exemplo Royal.
Aparece nos calçados transparência ( o trabalho com couro e plástico), forte trabalho de vazados no couro, plataformas,
Bolsas com textura de madeira, bolsa sem detalhes, bolsa saco, bolsa envelope em cores brilhantes, micro bolsas que podem ser no formato ovais e elipse.
Cintos finos com fecho dourado.
Cores que fazem parte da cartela desse tema: Amarelo, Laranja, azul turquesa, camelo, cinzas.
Detalhes importantes: laços overzise, tachas, uso de pele de píton (colorida), franjas, lenços na cabeça.

Utilitário Esportivo
Peças híbridas, utilitárias, bolsas e sapatos bem vibrantes, bastante bolsos, bastante o uso de fivelas.
Nos calçados trabalha-se muito cores isolados. Bicolor na plataforma, usa-se muito velcro tanto para calçados, bolsas e outros acessórios e até o uso dele pode ser decorativo.
As bolsas seguem uma linha mais casual com recortes em cores mais neutras.
Nos cintos usa-se muito o fecho tipo gancho.
A cartela decores transita pelas cores neutras, cinzas e o preto para fazer a vez dos contrastes.

O último pra esses Segmentos é o Western
Esse Western vem remetendo ao campo, então encontraremos o xadrez mono, detalhes de franjas, fechos tipo pino até o uso dele só decorativo.
Bolsas arredondas e carteira.
Cintos cordas, com pendões.
Os tons que serão trabalhados são os caramelos, marrons cores mais fechadas.

Importante para os acessórios nessa temporada:
– Sapatos tipo espartilho;
– Marrações;
– O uso do plástico, principalmente transparente;
– O corte a laser , o trabalho de vazados no couro;
– Franjas;
– Minimalistas;
– Laços de tecido;
– Fechos pinos;
– Plataforma dividida;
– Bolsas tipo cela;
– Bolsas Pequenas;

Portifolio

19 jan

Nunca coloco aqui nada pessoal, mas diz respeito ao meu trabalho decidi colocar meu portifolio pra vocês conhecerem um pouco do que eu faço e fiz.

portfolio

A história do Jeans Wear

12 jan

Levi Strauss


Por volta de 1850, auge da corrida do ouro e conquista do oeste norte-americano, vários mercadores lucraram com os trabalhos nas minas e de explorações seja para vendas de ferramentas, mantimentos, roupas e lonas. Com o excesso de oferta, o mercado ficou saturado. Com estoque de lonas imenso e sem conseguir mercado para elas , Levi Strauss passou a procurar outro emprego para o produto. Ele notou que devido à grande exigência física no trabalho das minas, os mineradores tinham que substituir freqüentemente as roupas utilizadas pois elas não eram adequadas para o serviço pessado e com isso se desgastavam com facilidade .
<
Em 1872, afinal, Levi Strauss registrou a patente de sua invenção. Mas ainda faltava o alfaiate Jacob Davis, um personagem fundamental para a história dos jeans, a quem Strauss se associou, e com quem criou o modelo básico de calça que conhecemos hoje, justo, com cinco bolsos e rebites de metal nos pontos de maior tensão ( five pockets).
<
O jeans só passou a ser utilizado no dia-a-dia, já no século XX com o surgimento do cinema, encabeçado por James Dean e Marlon Brando, o jeans começou a associar-se ao conceito de juventude rebelde, conquistando este público. Cawboys do asfalto com suas Harley-Davidsons aterrorizavam a Califórnia.

Elvis Presley em 1957 já usava seu jeans, e desde então rock e jeans são inseparáveis. Mulheres consideradas modelos de beleza da época como Marilyn Monroe e Jayne Mansfield também usavam jeans apertado para mostrar como uma trabalhadora tradicional poderia ser sexy difundem o estilo entre os jovens, que agora, com a calça jeans de barra virada ou a calça cigarrete, para as meninas, tornam-se os rebeldes sem causa.
<
Na década de 60, o movimento negro e as manifestações estudantis ganham força em todo o mundo. O jeans é uniforme e bandeira de contestação, um símbolo contra o sistema. No leste europeu é símbolo da resistência ao regime comunista. Ainda na década de 60, o jeans, símbolo de contestação, não é mais somente azul.

Ele ganha as ruas em novas cores. Há o aparecimento do movimento hippie e eles adoravam o jeans, pois não era caro e era funcional. Jaquetas e calças jeans viraram febre para uma juventude independente que se reunia e celebrava seu estilo de vida em festivais de rock como Woodstock.


Na década de 70 em Londres os Punks que eram jovens estudantes desempregados da periferia, manifestavam sua insatisfação com a sociedade através de seu visual agressivo. Os jeans eram rasgados e tinham aplicações de metal como tachas, correntes, rebites e traziam símbolos transgressores.

O jeans só começou a ser usado pelo restante da população após a proliferação social do seu conceito como roupa despojada e do cotidiano, sem perder seu charme e elegância. Consagravam-se os gigantes do Jeans, como Levi’s, Lee e Mustang.

Campanha da marca Mustang atual


Calvin Klein foi o primeiro estilista a colocar o jeans na passarela. Foi já na década de 70 e isso provocou os mais conservadores. Esta atitude, no entanto, foi logo seguida por outros nomes da alta costura como Jacques Fath, Pierre Cardin, Givenchy, Pierre Balmain e Van Cleef Arpels, os quais acabaram por ligar suas etiquetas à trajetória do jeans como moda, tornando-o um fenômeno bastante singular e conquistando seu espaço na sociedade.
Campanha da Calvin Klein com a atriz Brooke Shields
A Tendência é jeans: Na década de 80 o jeans vira grife. As grandes etiquetas pelo lado de fora das roupas traziam a assinatura: Fiorucci, Staroup, Dijon, Ustop e Soft Machine, entre outras. O jeans conquista os guarda-roupas.
Anuncio Djon década de 80

Seriado Barrados no Baile ou 90210


O tecido de algodão ganhou um novo ingrediente: o fio de elastano e, justinhos, eles acompanharam os collants coloridos. As lavagens são as mais diversas: delaveés, manchados, riscados, aplicando-se também, todo tipo de bordados e acessórios metalizados. A comodidade e praticidade que o jeans proporciona, aliadas a sua fácil manutenção foram definitivos para sua fixação como vestuário básico. Numa época em que estamos cada vez mais sem tempo livre esses fatores são fundamentais. Percebe-se também a introdução e continuidade do jeans nos ambientes de trabalho mais formais, em escritórios, grandes empresas e instituições financeiras, principalmente após a instituição da sexta-feira como o “Casual Day” e muitas vezes a abolição total da obrigatoriedade do uso de terno e gravata.

Campanha do Magazine H&M de 2009


Calça Diesel

E esse vídeo mostra acabementos de Jeans

CCBB recebe mostra de cinema de Moda em Janeiro

6 jan


O Centro Cultural Banco do Brasil propõe um encontro de duas modalidades artísticas que sempre se relacionaram ao longo da história. Moda e cinema dão a tônica no mês de janeiro no CCBB, com a exibição de filmes indicados por nomes ligados à moda nacional, que justificarão em vídeo, antes de cada sessão, a razão de sua indicação. O evento é integrante do Circuito Moda e Arte – 3ª edição, que propõe a democratização à cultura da moda, que conta ainda com apoio de espaços culturais como Reserva Cultural, Casa das Rosas e Aliança Francesa.

A mostra traz 30 produções de diferentes épocas do cinema, que influenciaram o universo da moda e tornaram-se referência para profissionais e estudantes da área.

Além da exibição de filmes, ocorrerá um desfile, duas mesas redondas e duas palestras, com consultores e especialistas, que irão discutir as relações entre a moda e a história, comportamento, mídia, entre outros assuntos, dentro de um processo criativo.

Confira a programação da mostra:

18/01 – terça-feira

15h30 – BONEQUINHA DE LUXO, Blake Edwards
Ano 1961, EUA, DVD, 114 min, cor, 14 anos. Curador: Antonio Carlos de Moraes Sartini
Holly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa decidida a se casar com um milionário. Seu plano muda ao conhecer Paul (George Peppard), mas Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seu objetivo.

17h30 – THE ROCKY HORROR PICTURE SHOW, Jim Sharman
Ano 1975, Inglaterra, DVD, 99 min, cor, 14 anos. Curador: Jair Mercanzini
Um casal se vê obrigado a ir um estranho castelo, sem saber que ele é habitado por alienígenas e que o anfitrião é um bissexual.

19h30 – ACROSS THE UNIVERSE, Julie Taymor
Ano 2007, Reino Unido-Estados Unidos, DVD, 133 min, cor, 14 anos. Curadora: Monica Jackson
Uma história de amor num cenário ambientado na década de 60 em meio aos anos turbulentos de protesto contra a guerra, exploração da mente e rock ‘n roll, o filme vai das docas de Liverpool ao universo criativo e psicodélico de Greenwich Village, das ruas tomadas pelos protestos em Detroit aos campos de morte do Vietnã.

——————————————————————————–

19/01 – quarta-feira

15h00 – O CLÃ DAS ADAGAS VOADORAS, Zhang Yimou
Ano 2004, China, DVD, 119 minutos, cor, 14 anos. Curador: Mário Francisco
Na China do ano de 859, o governo é incapaz de enfrentar os rebeldes do Clã dos Punhais Voadores, enviando os soldados Leo (Andy Lau) e Jin (Takeshi Kaneshiro) para capturar o líder deles.

17h30 – BOULEVARD DO CRIME – PARTE 1, Marcel Carné
Ano 1945, França, DVD, 95 minutos, PB, 12 anos. Curador Bronie Lozneanu
Ambientado no início do século XIX, o filme mostra o malfadado romance do mímico Baptiste com a bela atriz Garance, no Boulevard de Templiers, em Paris.

19h30 – BOULEVARD DO CRIME – PARTE 2, Marcel Carné
Ano 1945, França, DVD, 95 minutos, PB, 12 anos. Curador Bronie Lozneanu
Ambientado no início do século XIX, o filme mostra o malfadado romance do mímico Baptiste com a bela atriz Garance, no Boulevard de Templiers, em Paris.

——————————————————————————–

20/01 – quinta-feira

15h30 – O GURU DO SEXO, Daisy Von Scherler Mayer
Ano 2002, EUA, DVD, 94 minutos, cor, 14 anos. Curadora: Priscila Brunetti
Ramu (Jimi Mistry) sonha ser um astro do cinema em Nova York, onde conhece Sharonna (Heather Graham), uma atriz pornô que o ajuda a se transformar em um guru do sexo de Nova York.

17h15 – VIOLÊNCIA E PAIXÃO, Luchino Visconti
Ano 1974, Itália-França, DVD, 121 min, cor, 14 anos. Curador: Mário Vitor Santos
Um professor (Burt Lancaster) vive numa mansão, em meio a livros e quadros. Sua rotina é quebrada quando uma família aluga o andar de cima da mansão, invadindo sua vida.

19h30 – PALESTRA: A Mídia Influenciando Tendências
Participação de Carlos Lima – Imprensa Jovem e Priscila Brunetti – Rádio USP

——————————————————————————–

21/01 – sexta-feira

15h30 – BARBARELLA, Roger Vadim
Ano 1968, EUA, DVD, 98 min, cor 14 anos. Curador: José Gayegos
Num futuro distante, a guerra foi abolida, mas a agente Barbarella (Jane Fonda) recebe um comunicado do Presidente (Claude Dauphin), dizendo que uma arma foi inventada e que isto pode perturbar a paz.

17h30 – NOIVO NEURÓTICO, NOIVA NERVOSA, Woody Allen
Ano 1977, EUA, DVD 93 min, cor, 14 anos. Curador: Juliette Clara Streitwieser
Alvy (Woody Allen), um humorista judeu que faz análise há anos, se apaixona por Annie (Diane Keaton), uma cantora em início de carreira com uma cabeça um pouco complicada.

19h30 – MEU TIO, Jacques Tati
Ano 1958, França, DVD, 116 min, cor, livre. Curador: Eurico Cordeiro da Rocha Filho
Sátira à modernidade dos anos 50. Hulot é admirado pelo sobrinho Gérard, por viver fora dos padrões. Na casa dos pais, Gérard é rodeado por uma parafernália, ao contrário do tio, que vive num lugar simples.

——————————————————————————–

22/01 – sábado

15h00 – MARIA ANTONIETA, Sofia Coppola
Ano 2006, França- Japão e EUA, DVD, 122 min, cor, 14 anos. Curador: Cesar Giobbi
Maria Antonieta (Kirsten Dunst), na corte de Versailles, é envolvida em regras de etiqueta e fofocas. Cria um universo seu, no qual pode se divertir, mas a revolução está para explodir.

17h30 – VIRIDIANA, Luis Buñuel
Ano 1961, Espanha-México, DVD, 91 min, PB, 16 anos. Curador: Isabella Prata
Antes de se ordenar freira, Viridiana visita um tio. Com a morte dele, passa a morar na casa do tio e a transforma num albergue, mas os mendigos que lá abriga lhe mostram a verdadeira face dos homens.

19h30 – A SEREIA DO MISSISSIPI, François Truffaut
Ano 1969, EUA, DVD, 123 min, cor, 14 anos. Curadora: Rita Comparato
Louis (Jean-Paul Belmondo) é um empresário que troca de cartas com uma pretendente. Eles se casam, mas só depois Louis percebe o golpe do qual estava sendo vítima.

——————————————————————————–

23/01 – domingo

15h00 – MEDÉIA, Pier Paolo Pasolini
Ano 1969, Itália, DVD, 110 min, cor, 10 anos. Curador: Charles Cosac
Maria Callas vive Medeia, que mata o irmão para fugir com Jasão. Anos após, Jasão a abandona para se casar com a filha do Rei Creonte. Indignada, ela planeja uma terrível vingança contra Jasão.

17h00 – A BELA DA TARDE, Luis Buñuel
Ano 1967, França, DVD, 100 min, cor, 16 anos. Curador: Reinaldo Lourenço
Conta a história de Séverine (Catherine Deneuve), jovem rica e infeliz que procura um discreto bordel para realizar suas fantasias sexuais e conseguir o prazer que seu marido não consegue lhe dar.

19h00 – A ÉPOCA DA INOCÊNCIA, Martin Scorsese
Ano 1993, EUA, DVD, 138 min, cor, 16 anos. Curador: José Luis de Andrade
Um advogado (Daniel Day-Lewis) está noivo de uma jovem (Winona Ryder) da aristocracia, quando uma condessa (Michelle Pfeiffer), prima da noiva, volta da Europa após separar-se do marido.

——————————————————————————–

25/01 – terça-feira – FERIADO

15h00 – ALDEIA DA ROUPA BRANCA, Chianca de Garcia
Ano 1939, Portugal, DVD, 84 minutos, PB, 16 anos. Curador: Danilo Blanco
Gracinda e o Tio Jacinto lavam a roupa de habitantes de Lisboa. A vida deles não é fácil, mas muda quando ela decide convencer Chico, filho do Tio Jacinto, a voltar.

16h30 – PALESTRA: A História da Moda na Cidade de São Paulo
Participação de João Braga e Fernando Zelman

18h30 – O BAILE, Ettore Scola
Ano 1982, Itália, DVD, 112 min, cor, 12 anos. Curador: João Braga
O filme conta parte da história francesa, a partir de pessoas reunidas num salão. Com recordações pessoais, música e dança, traça um panorama do país, da ocupação nazista ao surgimento do rock’n’roll.

——————————————————————————–

26/01 – quarta-feira

15h30 – JUVENTUDE TRANSVIADA, Nicholas Ray
Ano 1955, EUA, DVD, 111 minutos, cor, 14 anos. Curador: Lufe Gomes
Jim (James Dean) é preso. No distrito está Judy (Natalie Wood). Eles têm um rápido contato. Mais tarde, ao fazer amizade com ela, desentende-se com Buzz (Corey Allen), que namora Judy.

17h30 – FEIOS, SUJOS E MALVADOS, Ettore Scola
Ano 1976, Itália, DVD, 110 min, cor, 18 anos. Curador: Fernando Zelman
Giacinto (Nino Manfredi) vive num barraco com esposa, filhos e parentes e guarda, escondida, uma boa quantia em dinheiro. Isto irrita sua família, que quer usá-la para melhorar de vida.

19h30 – MESA: Novos talentos da Moda Brasileira
Com Jô Souza, José Luis de Andrade e Danilo Blanco

——————————————————————————–

27/01 – Quinta-feira

15h30 – O ANJO AZUL, Josef Von Sternberg
Ano 1930, Alemanha, DVD 94 min, PB, 14 anos. Curadora: Maria Helena Cabral
Immanuel Rath (Emil Jannings), um severo e respeitado professor, se envolve com uma sensual cantora de cabaré, Lola (Marlene Dietrich), que se apresenta no “O Anjo Azul”, um clube local.

17h30 – HISTÓRIAS DE ELLE, David Teboul
Ano 2005, França, 84 min, DVD, cor, 12 anos. Curadora: Cecira Armitano
A epopéia desta revista, num filme repleto de imagens de arquivo e de cenas fortes, interpretadas por atrizes francesas e contendo trechos de cartas de leitoras com temas caros às mulheres.

19h30 – MESA: Moda, Arte e Cinema – Fronteiras e Conexões
Com Olívio Tavares de Araújo, Luciano Ramos e Cecira Armitano

——————————————————————————–

28/01 – sexta-feira

12h30 – DESFILE: Por Mares Nunca Dantes Navegados
Por Jô Souza

15h00 – COCO CHANEL & IGOR STRAVINSKY, Jan Kounen
Ano 2009, França, 119 min, DVD, cor, 16 anos. Curadora: Eloize Nazalon
Paris 1913. Coco Chanel comparece ao Théatre des Champs-Élysées, onde pela primeira vez Igor Stravinsky apresenta sua obra Rite of Spring (A sagração da Primavera). Sete anos depois, Chanel e Stravinsky se reencontram.

17h15 – BRILHO DE UMA PAIXÃO, Jane Campion
Ano 2009, Inglaterra, 119 min, 35 mm, cor, 10 anos. Curadora: Jô Souza
O jovem poeta John Keats (Ben Whishaw) é vizinho de Fanny (Abbie Cornish), dona de opiniões fortes. Quando o irmão de John adoece, Fanny cuida dele e John se oferece para ensinar-lhe poesia.

19h30 – A ELEGANTE POLLY MAGGOO, William Klein
Ano 1966, França, 101 min, DVD, PB, 14 anos. Curadora: Cacilda Teixeira da Costa
Depois de vários anos dedicados à revista Vogue como fotógrafo, William Klein fez este filme abordando a inclusão da modelo americana Polly Maggoo (Dorothy MacGowan) na alta costura.

——————————————————————————–

29/01 – sábado

14h45 – LIQUID SKY, Slava Tsukerman
Ano 1982, URSS, 114 min, DVD, cor, 16 anos. Curador: Dudu Bertolini
Alienígenas invisíveis vêm à Terra em busca de heroína e pousam no topo de um apartamento em Nova Iorque, onde moram uma traficante e sua amante andrógina, ninfomaníaca e bissexual.

17h00 – CINEMA PARADISO, Giuseppe Tornatore
Ano 1988, Itália, 123 min, DVD, cor, 14 anos. Curador: Carlos Ferreirinha
Numa cidade siciliana, o garoto Toto (Salvatore Cascio) fica hipnotizado pelo cinema local e procura travar amizade com Alfredo (Philippe Noiret), o projecionista que se irrita facilmente.

19h30 – ROMA – CIDADE ABERTA, Roberto Rossellini
Ano 1945, Itália, 97 min, DVD, PB, 14 anos. Curador: Alex Andrade
Líder da Resistência, Giorgio (Marcello Pagliero) planeja a entrega de um milhão de liras. Esconde-se na casa de Francesco (Francesco Grandjacquet) e pede ajuda à noiva dele, Pina (Anna Magnani).

——————————————————————————–

30/01 – domingo

16h00 – A ÁRVORE DOS TAMANCOS, Ermanno Olmi
Ano 1978, Itália, 178 min, cor, 14 anos. Curador: Sérgio Gregório
Conheça a vida de camponeses da região de Bérgamo, na Itália. Uma família decide colocar o filho na escola em vez de usá-lo na lavoura, dando início a uma série de problemas.

19h30 – MOULIN ROUGE – AMOR EM VERMELHO, Baz Luhrmann
Ano 2001, EUA, 127 min, DVD, cor, 12 anos. Curador: Gregório Kramer
Christian (Ewan McGregor) muda-se para o bairro de Montmartre, onde fica o Moulin Rouge. Ao visitar o local Christian se apaixona por Satine (Nicole Kidman), sua estrela maior
Serviço
Mostra Moda e Cinema
Data: De 18 a 30 de janeiro
Horários: Terça a domingo, das 10h às 20h |
Local: Centro Cultural Banco do Brasil
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro
Entrada franca, mediante retirada de senha com uma hora de antecedência (lotação de 70 lugares)
http://www.ccbb.com.br
Telefones: (11) 3113-3651/52
Classificação indicativa de acordo com o filme.

Cursos de acessórios no Senai de Artefatos de couro

5 jan

A escola SENAI de artefatos de couro, oferece cursos ótimos de curta duração.

Cursos:

– DESIGNER DE BOLSAS
Conteúdo: processos da área de design, história da bolsa, noções básicas de desenho, pesquisa de tendência, teoria das cores, criação e desenvolvimento de coleção;
Carga horária: 160hs

– COREL DRAW APLICADO AO DESENVOLVIMENTO DE BOLSAS
Conteúdo: principais ferramentas, desenho técnico, ficha técnica, preparação de arquivos para diferentes softwares;
Duração: 40hs

– ESTILISTA DE CALÇADOS
Conteúdo: processos da área de design, história do calçado, noções básicas de desenho, pesquisa de tendências, teoria das cores, criação e desenvolvimento de coleção;
Duração: 160hs

– COREL DRAW APLICADO AO DESENVOLVIMENTO DE CALÇADOS
Conteúdo: principais ferramentas, desenho técnico, ficha técnica, preparação de arquivos para diferentes softwares;
Duração: 40hs

– DESIGNER DE JÓIAS
Conteúdo: história da jóia, noções básicas de desenho, teoria das cores, criação e desenvolvimento de coleção;
Duração: 160hs

– DESIGNER DE JÓIAS AVANÇADO
Conteúdo: Criatividade, Ilustração, planejamento de coleção, pesquisa de mercado e tendências, montagem de portifólio;
Duração: 104hs

– COREL DRAW APLICADO AO DESENVOLVIMENTO DE JÓIAS
Conteúdo: principais ferramentas, desenho técnico, ficha técnica, preparação de arquivos para diferentes softwares;
Duração: 40hs

Esses são alguns cursos que a escola oferece entre no site e conheça todos os outros cursos que a escola oferece, seus valores e o calendário .

9ªedição do ziguezague Janeiro de 2011

3 jan

26 a 29.01 | quarta a sábado

Local: Auditório e ateliê do Museu de Arte Moderna de São Paulo, Parque do Ibirapuera.

Entrada gratuita para Desfiles Incríveis (180 vagas), Conversas Transversais (180 vagas) e Oficinas Transitivas (20 vagas). Senhas distribuídas com uma hora de antecedência para todas as atividades do evento.

Informações: ziguezague@mam.org.br e 5085.1313 com Viviane Moutinho.

Programação detalhada a partir do dia 17.12.10 nos sites http://www.mam.org.br e http://www.sp.senac.br e no blog http://ziguezagueblog.wordpress.com.

PROGRAMAÇÃO

26 JAN | quarta-feira

10h30 | Auditório: Abertura

11h-13h | Auditório: Conversas Transversais – Elke Maravilha

Mediação: Déborah de Paula Souza (jornalista) e Cristiane Mesquita (pesquisadora em design, moda e arte contemporânea)

14h-17h | Ateliê: Oficina Transitiva – Traduções

Maurício Ianês (artista plástico e stylist)

A partir de exemplos dos processos de criação de Maurício Ianês em arte e moda, assim como de diálogos com trabalhos de outros artistas e designers, a oficina pretende desenvolver, com a participação do público, possibilidades de intersecções, passagens e traduções na arte, moda, literatura e situações do cotidiano, experimentando-as em possibilidades de criação.

14h | Auditório: Mostra de documentários – Universos paralelos

Jardelina da Silva: Eu mesma (dir. Cristiane Mesquita, 2006, 55’)

Conversa com a diretora Cristiane Mesquita

27 JAN | quinta-feira

11h-13h | Auditório: Desfiles Incríveis – A Noite dos Desesperados

Alexander McQueen – primavera/verão 2004

Comentários: Dante Marcello Gallian (docente e diretor do Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde da EPM-UNIFESP) e Luciano Bedin da Costa (psicólogo e doutor em Educação)

Mediação: Suzana Avellar (pesquisadora em moda e novas tecnologias)

14h-17h | Ateliê: Oficina Transitiva – Generator: deformador digital para construção de roupas

Julia Valle (estilista)

A oficina explora e exercita a modelagem plana para a criação e a produção de roupas e objetos, realizadas a partir do software Generator. Estimula a renovação de processos criativos que considerem variáveis como flexibilidade, improviso e acaso.

14h | Auditório: Mostra de documentários – Universos paralelos

Gentileza (dir. Dado Amaral e Vinícius Reis, 1994 – 9’20’’)

Porr Gentileza (dir. Dado Amaral, 2002 – 14’10’’)

Conversa com o diretor Dado Amaral

28 JAN | sexta-feira

11h-13h | Auditório: Desfiles Incríveis

Lino Villaventura – primavera/verão 2009, Ronaldo Fraga – Objeto não identificado e Pina Bausch – outono/inverno 2010

Veronica Stigger (escritora e crítica de arte) e Fanny Feigenson (pesquisadora de desing e moda)

Mediação: Patricia Sant’Anna (pesquisadora de moda)

14h-17h | Auditório: Oficina Transitiva – Sentidos paralelos

Geraldo Lima (designer e pesquisador)

A oficina propõe que visão e tato trabalhem simultaneamente na construção de estamparia em relevo, sobre papel ou tecido, com o uso de técnicas como colagem, bordado e pintura, sobre materiais diversos.

14h-17h | Ateliê: Oficina Transitiva – Impossível possível: conexões sonoras

Daina Leyton (Coordenadora do Setor de Acessibilidade do MAM-SP) e Leonardo Castilho (Educador e Produtor Cultural do MAM-SP)

Explorando os aspectos visuais e sensoriais, o corpo vibra, fala e se comunica. A oficina propõe uma reflexão sobre diversas conexões e linguagens artísticas que transcendem o senso comum e conectam os cinco sentidos. Para diferentes sons, os participantes produzirão imagens em fotografia ou vídeo.

29 JAN | sábado

11h-13h | Auditório: Conversas Transversais – Vidas em processo

Grupo Gezz (Juliana Bertolini, Marion Velasco, Thais Graciotti)- Grupo de estudos ziguezague (mestrado em design da Universidade Anhembi Morumbi) e Rosane Preciosa (pesquisadora em design e moda). Mediação: Eduardo Motta (editor e consultor de moda)

14h-17h | Ateliê: Oficina Transitiva – Desconstrução/reconstrução: A ressurreição das roupas

IN.USE por Agus Comas (estilista)

A oficina propõe descontextualizar, desconstruir e reconstruir roupas buscando diferentes formas de conceber sua constituição. Estimula a percepção do corpo como escultura cinética e a tomada das roupas, em si mesmas, como inspiração.

14h | Auditório: Mostra de documentários – Universos paralelos

O Prisioneiro da Passagem (dir. Hugo Denizart, 1982 – 30’)

Conversa com o diretor Hugo Denizart

http://ziguezagueblog.wordpress.com/
http://twitter.com/ziguezaguezzsite evento

Eventos de Moda no mês de Janeiro em São Paulo

3 jan

O mês de Janeiro em São Paulo ocorrerá alguns eventos de moda sem ser o Fashion Week que são interessantes para quem trabalha ou quer trabalhar na área de moda.
Confiram e se inscrevam:

– Encontro de moda que dá para fazer a inscrição mesmo sendo pessoa Física o site: link
– Couromoda o site para inscrição:
link evento (precisa de CNPJ)
– TMfashion site:
link evento (precisa de CNPJ)
– Showroowdamoda site:
link evento (precisa de CNPJ)
– Grupo opera o site:
link evento (não precisa de CNPJ)
– Premiere Brasil site :
link