Arquivo | agosto, 2012

EXPOSIÇÃO CRIANÇAS NA MODA

26 ago

O styling infantil é o tema da exposição fotográfica Crianças na Moda, que abre nesta quinta-feira (23), na loja Santa Paciência. A jornalista e styling Flávia Padilha, reuniu alguns de seus melhores trabalhos – entre eles vários ensaios realizados para a n.magazine! – para compor a mostra, que faz parte da Design Weekend, que vai agitar São Paulo a partir de amanhã. A exposição está repleta de imagens inspiradoras, produzidas para ensaios que fogem do lugar comum ao retratar moda para crianças, que provam que, sim, o styling pode alcançar o patamar de arte.

VAI LÁ
CRIANÇAS NA MODA
Onde: Loja Santa Paciência (Rua Fradique Coutinho, 944, Pinheiros, SP)
Quando: 23 de agosto e 6 de setembro
Quer ter um gostinho da exposição? Confira algumas imagens de ensaios produzidos pela n.magazine e com o styling de Flávia Padilha:

Cápsula do Tempo: identidade e ruptura no vestir de Ney Matogrosso

19 ago

Imagem

Com curadoria do carnavalesco Milton Cunha, a mostra conta com aproximadamente 30 figurinos, selecionados dentre as 220 peças que foram doadas pelo cantor para a instituição e que, após a exposição, terão um espaço permanente disponível para pesquisas – o Espaço Ney Matogrosso – instalado na biblioteca do campus.

Os figurinos foram restaurados pelo Senac e estão expostos em manequins especialmente fabricados com as medidas e as feições de Ney Matogrosso. 

Há ainda objetos originais como sapatos, colares e outros adereços usados pelo artista em shows e apresentações durante os 40 anos de carreira.

Sobre o artista
Ney de Souza Pereira, mais conhecido como Ney Matogrosso, é cantor, diretor e ator brasileiro. Ex-integrante dos Secos & Molhados, iniciou sua carreira solo com o disco Água do Céu Pássaro, em 1975.

Em 1983, completava dez anos de estreia no cenário artístico e já possuía dois Discos de Platina e dois Discos de Ouro, inclusive pela grande repercussão da canção Homem com H de 1981.

Além da sua grande capacidade vocal, Ney Matogrosso também é famoso por suas performances, que contam com maquiagem cênica e vestuário exótico.

Centro Universitário Senac – Campus Santo Amaro
Av. Engenheiro Eusébio Stevaux, 823 – Santo Amaro
São Paulo – SP
E-mail: campussantoamaro@sp.senac.br
Telefone: 11.5682-7300
Data e Horário
18/08/2012 até 14/12/2012 de segunda a sexta, das 9 às 21 horas e aos sábados, das 8 às 17 horas.

Moda no Brasil : Criadores contemporâneos e memórias

19 ago

Imagem

A exposição está dividida em dez núcleos que fazem um passeio pela história da moda brasileira O primeiro deles é Criadores Contemporâneos, composto por vinte looks considerados projetos de ponta da criatividade dos estilistas presentes na mostra. A escolha foi baseada na projeção nacional e internacional do profissional, o percurso da produção desenvolvida no Brasil e a visibilidade comercial nos últimos 10 anos. Estão representados no espaço: Alexandre Herchcovitch, André Lima, Carlos Miele, Clô Orozco, Dudu Bertholini e Rita Camparato (Neon), Fause Haten, Gloria Coelho, Isabela Capeto, Jefferson Kulig, Jum Nakao, Karlla Girotto, Lenny Niemeyer, Lino Villaventura, Lorenzo Merlino, Marcelo Sommer, Martha Medeiros, Reinaldo Lourenço, Ronaldo Fraga, Samuel Cirnansck e Walter Rodrigues.

 

O segundo núcleo, Pau-Brasil, faz uma introdução sobre a relação do Brasil com a ornamentação corporal. O espaço conta com trabalhos da artista Maria Lúcia Barbosa que resgatam materiais e técnicas indígenas junto à joalheria contemporânea.

 

Estão expostas em Publicações revistas, encartes e folhetos com ilustrações sobre moda que foram, no século XIX e em grande parte do século XX, os únicos meios pelos quais as informações sobre esse tema chegavam à população. O Jardim das Damas, de Portugal, e inúmeras publicações brasileiras, como Espelho Diamantino, Manequim, O Cruzeiro, Jornal das Damas e A Cigarra são alguns exemplos.

 

O bloco Indústria e Comércio é dedicado a dois setores importantes no percurso da moda no Brasil: a indústria têxtil e o comércio, que têm grande presença no Brasil desde o século XIX. Exemplos: Indústrias Matarazzo, Alpargatas, Santistas, assim como um grande número de confecções e comércios que vão desde lojas de ruas, butiques, grandes magazines até os shopping centers.

 

Poderão ser apreciados, no espaço, tecidos e propagandas em publicações,além de um vestido da casa Madame Rosita, da década de 1970, e um macacão da Casa Vogue, da década de 1960.

 

Em Feiras e Desfiles estão reunidas fotos de desfiles, reproduções de publicações, encartes, catálogos, convites, entre outros, de eventos como feiras da indústria têxtil (Fenit, Nacional de Tecelagem, Moda-Rio, entre outras); desfiles (Mappin, Cruzeiros Moda, Janeiro Fashion Show, Phytoervas, Morumbi Fashion, SPFW etc.); agrupações de estilistas (Grupo Moda-Rio, Núcleo Moda-São Paulo, entre outras); Associação de Trabalhadores da Indústria Têxtil e Moda (ATESP, Aambra, Abemoda etc.).

 

O núcleo apresenta, ainda, um vestido assinado pela Casa Rhodia, centro de estudos de estilismo criado na década de 1980 pela multinacional francesa de mesmo nome.

 

O núcleo Modistas se concentra nas anônimas-satélites e modistas do século XIX. Vestidos, manequins, ferro de passar, máquina de costura, caixas com material de costura, além de manuais e publicações, poderão ser apreciados pelo visitante.

 

Entre os anos 1950 e 1980, surgiram no Brasil criadores de moda que a princípio se dedicavam exclusivamente às roupas sob medida. Conhecidos como costureiros, foram as primeiras celebridades relacionadas ao universo desse segmento. Nomes como Clodovil Hernandes, Guilherme Guimarães, Dener, José Gayegos, José Nunes, Markito, Ronaldo Esper, Rui Spohr e Zuzu Angel estão presentes no núcleo Costureiros.

 

O espaço denominado Formação Profissional relembra os primeiros cursos e métodos autorais de corte e costura até chegar ao final do século XX, quando surgem as faculdades e cursos universitários de moda. Fotos em sala de aula e de exposições realizadas na FAAP, como Papiers à la Mode, em 2008, fazem parte desse núcleo.

 

O bloco Novíssimos apresenta trabalhos da nova geração de estilistas, alguns ainda em curso e outros recém-formados, que revelam seus estilos e beleza. São eles: Adriana Tristão, da FAAP, que venceu o concurso FAAP Moda e o Prêmio Criativa Novos Estilistas; Ana Paula Soares, do SENAC; Augusto Ribeiro e Claudiana Cardoso, da FMU; Elisa Quinteros, da Santa Marcelina; Kledir Salgado, da USP; Mariana Simoni e Thais Storino, da Anhembi Morumbi – além de Mauricio Somenzari, da FAAP, também vencedor do concurso FAAP Moda.

 

Em A Cara do Brasil, os produtos brasileiros estão destacados graças a sua repercussão internacional. O visitante poderá conferir modelos de jeans e de biquínis de grandes marcas brasileiras. No espaço, cinquenta pares das “legítimas” Havaianas celebram os 50 anos da marca.

Imagem

Data: De 12 de agosto a 30 de setembro de 2012

Horário: Terça a sexta, das 10h às 20h
Sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h
(Fechado às segundas-feiras, inclusive quando feriado)

Local: MAB-FAAP – Sala Annie Penteado

Endereço: Rua Alagoas, 903 – Higienópolis

Informações:(11) 3662-7198
Visitas educativas:(11) 3662-7200

Entrada gratuita.